Ansiedade no trabalho: Como lidar?

Você  sente sintomas de ansiedade no trabalho e isso está te prejudicando? Nós vamos te ajudar a chegar a organizar seus pensamentos durante uma crise em seu expediente.

Atualmente é comum escutar que alguém possui sintomas de ansiedade, porem muitas vezes é complicado entender quais são suas causas e como isso influencia na nossa vida.

O que é ansiedade?

Por mais que muitas vezes utilizemos a palavra “ansiedade” para algo negativo, ela é uma reação natural do corpo e também pode ser interpretada positivamente.

Ela é uma reação ao medo e funciona como um mecanismo de sobrevivência, por exemplo, ao sentir que podemos nos queimar automaticamente nos afastamos de um objeto, não é mesmo? Portanto, a descarga de adrenalina liberada faz com que você evite situações de risco.

Porem, também há situações em que o cérebro deixa nos distanciar de objetos quentes ou perigosos, para nos paralisar em situações cotidianas, impedindo nosso progresso em situações pessoais que muitas vezes podem ser consideradas como simples.

Ansiedade no trabalho - Homem conversando com psicologa

A ansiedade no trabalho

A ansiedade normalmente se manifesta em situações de risco e perigo eminente, porem também podemos sentir esse mesmo efeito antes de uma entrevista de emprego ou apresentação importante em forma de frio na barriga, mãos suadas e pernas tremendo.

Porem, quando a ansiedade no trabalho se torna cotidiana e muito comum ela pode acabar afetando seus prazos de entregas e inclusive causando sequelas e traumas psicológicos.

O que nos causa ansiedade no trabalho?

Existem diversos motivos que podem engatilhar a ansiedade no trabalho, a pessoa que sente esses sintomas deverá se auto analisar para tentar compreender em quais situações a ansiedade a afeta.

Uma boa dica para conseguir analisar esses padrões é manter um diário de anotações, aonde você anotará quais foram os sintomas, a data, o horário e em que situação você se sentiu ansiosa.

Logo, quando possuir informações suficientes, você poderá analisar as situações e verificar qual o padrão que engatilha sua ansiedade no trabalho.

Como a ansiedade no trabalho se manifesta?

A ansiedade se manifesta através de diversos sintomas que podem influenciar nossa rotina e dificultar  o andamento das nossas atividades cotidianas.

  • Alergias na pele;
  • Tensão constante;
  • Problemas de concentração;
  • Problemas para dormir;
  • Sentir que não controla seus próprios pensamentos;
  • Irritabilidade;
  • Agitar constantemente pernas ou braços;
  • Dor no peito;
  • Aumento de frequência cardiaca;
  • Falta de ar;
  • Suor;
  • Tremores em partes do corpo;
  • Medo constante;
  • Boca seca;
  • Náuseas;
  • Diarréia;
  • Tensão muscular;
  • Fraqueza;
  • Fadiga;
  • Alterações de humor;

Em alguns casos a ansiedade pode evoluir para ataques de pânico, que podem transparecer com sensações mais profundas, como medo da morte ou sensação de que poderá morrer, problemas com tontura e vertigem e problemas gastrointestinais profundos.

Não existe uma ordem certa ou quantidade de sintomas que definam que você esta passando por um quadro de ansiedade, o mesmo deve ser diagnosticado por um profissional de psicologia.

Portanto, recomendamos que você busque ajuda profissional ao sentir algum desses sintomas de forma muito frequente.

ansiedade no trabalho - mulher ansiosa pensando em suas atividades

Eu deveria me demitir? 

Ao começar a sentir sintomas de ansiedade no trabalho, também começamos a planejar qual seria a melhor solução para esse problema.

Muitos chegam à conclusão de que a melhor saída será pedir demissão, porem, recomendamos que primeiro analise a sua situação com tranquilidade, pois pedir a rescisão pode ser mais um gatilho para sua ansiedade.

Antes de tomar alguma atitude, pense nas seguintes questões:

Seu problema é físico? 

Muitas vezes podemos nos sentir ansiosos simplesmente por uma disfunção física no nosso corpo, para isso, recomendamos que você realize algum exercício. Existem diversas opções como yoga para pessoas que preferem exercícios mais tranquilos, ou até mesmo boxe para pessoas que são mais agitadas.

Portanto, recomendamos que tente alguma atividade física antes de tomar a decisão de se demitir.

Você tem preparo econômico?

Você poderá sobreviver sem esse emprego? Lembre-se que ao se demitir, você não terá direito ao seguro desemprego,  portanto, pergunte-se se você conseguirá cumprir todas suas despesas sem esse emprego.

Caso você não esteja preparado economicamente, não recomendamos que se demita, pois isso poderá acarretar uma ansiedade maior por preocupações em relação à como pagará suas despesas.

Qual a origem do seu problema?

Muitas vezes indicamos que a causa da ansiedade é o trabalho, porem, as vezes nós direcionamos nossas ansiedades para o trabalho, pois podemos trocar de trabalho, mas não podemos trocar de vida.

Analise se realmente o trabalho é o que te causa ansiedade ou se é outro aspecto da sua vida.

Essa analise pode ser difícil, o segredo de conseguir realizar-la é analisar os padrões de quando você sente os sintomas de ansiedade.

Síndrome de Burnout

A síndrome de Burnout é um dos efeitos da ansiedade no trabalho, sendo caracterizada pelo excesso de trabalho realizado. A palavra burnout significa literalmente esgotamento.

Isso pode se dar devido à excesso de atividades, preocupações ou pressão sofrida no ambiente de trabalho. Esse tipo de síndrome causa os mesmos sintomas da ansiedade no trabalho, por afetar diretamente a ansiedade do paciente.

Esse tipo de caso deverá ser analisado por um especialista, que indicará quais são as melhores opções de tratamento, que podem envolver ou não medicamentos para ansiedade ou depressão.

Buscando ajuda médica

Ao identificar que você pode estar passando por situações de ansiedade no trabalho, o ideal é buscar ajuda psicológica o mais rápido possível. Quanto mais rápido a ajuda é buscada, mais rápido a solução virá.

Além disso, lembre-se de se distrair e não se focar completamente no trabalho 24 horas por dia. Faça atividades físicas e prazerosas, não abandone seus hobbies e atividades que são prazerosas para seu cérebro.

Amenizando os sintomas

As vezes não temos tempo ou a possibilidade de conseguir um profissional para nos auxiliar. Sendo assim é importante que você mesmo consiga dominar o seu corpo e mente.

Por esse motivo é fundamental que você aprenda algumas práticas ou hábitos que podem contribuir com a diminuição da ansiedade. Dentre as práticas mais comuns temos:

  • Atenção a respiração, respire fundo várias vezes e levando a sua atenção total ao seu corpo respirando.
  • Meditação
  • Reservar um tempo para se dedicar a amigos e entretenimento.
  • Cuidar do corpo por exemplo: Passar um creme, cuidar do rosto, tomar um banho, etc.
  • Escutar musicas calmas como lo-fi e música clássica.
  • Pratique exercícios físicos como Yoga ou até mesmo musculação.

 ansiedade no trabalho - mulher sendo atendida por um psicologo

 

 

No Responses

  1. Pingback: Como evitar a procrastinação? - Trabalho Ideal 25 de setembro de 2020

Comentários

Gostaria de saber das nossas novidades?Assine nossa Newsletter e receba conteúdo de primeira qualidade no seu e-mail!

Assine a nossa newsletter e receba dicas para sua vida profissional no seu e-mail!